ALOPECIA ANDROGENÉTICA MASCULINA E FEMININA

1  2  3  4  5  6  7  8  9

Diagnóstico

Alpecia androgenética ou calvície masculina - tricologista brasilia
Alopecia androgenética feminina ou calvície feminina - tricologista em brasilia

Calvície

A alopecia androgenética ou calvície pode ocorrer tanto no homem como na mulher. Tem causa genética e hormonal, isto é, em pacientes com predisposição genética para desenvolver a doença os hormônios androgênicos, testosterona e Dihidrotestoste-rona, promovem o afinamento progressivo dos fios de cabelo.

Começa depois da puberdade porém é notado principalmente depois dos 20 anos.

No homem, o processo atinge primeiro as entradas, depois o vértex, podendo atingir todo o topo da cabeça.

Na mulher, geralmente começa como um ralo na frente da cabeça que vai aumentando, deixando os cabelos mais finos, o rabo de cavalo diminui de espessura e aumenta a oleosidade do couro cabeludo.

Diagnóstico

O diagnóstico requer um exame clínico cuidadoso do seu médico dermatologista especialista - tricologista.

O exame da tricoscopia pode ajudar no diagnóstico dos casos mais difíceis e é fundamental no acompanhamento do tratamento.

Em casos duvidosos uma biópsia do couro cabeludo pode ser realizada.

Tratamento

O tratamento tem o objetivo de parar a evolução da doença. Podemos utilizar medicação tópica ou oral. Outros tratamentos emergentes como a microinfusão de medicamento na pele ou o laser deve ser discutido caso a caso.

 

Nos casos mais avançados o tratamento cirúrgico (transplante capilar) pode ser nescessário.

Nas mulheres com Síndrome dos Ovários Policísticos ou outras causas de aumento dos hormônios masculinos estes devem ser tratados em conjunto.

A modulação hormonal com testosterona ou o uso de anabolizantes podem agravar a alopecia androgenética nos dois sexos e devem ser evitados.

Solitice o seu agendamento online. É fácil, rápido e seguro.